Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Batata do Aliança
Leandro Menezes Barbosa

  • Capturado


    MILÍCIA

    1 - Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Permitido (Art. 14 - Lei 10.826/03)
    2 - Organização Criminosa (Lei 12.850/2013)
  • Milícia
  • Chefe da Milícia
  • Ipiranga e Aliança, em Nova Iguaçu - Baixada Fluminense - RJ
  • 29/09/1980
  • Nº. (I.F.P.) 118.596.329
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Capturado

Histórico

PRISÃO DIA 28/05/2019

Suspeito de envolvimento no assassinato de Miridian Pereira Mascarenha e do marido dela Carlos Davi da Silva Pereira, mortos a tiros em setembro de 2015, Leandro Menezes Barbosa, o Batata do Aliança, foi preso nesta segunda-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Apontado pela polícia como integrante do grupo miliciano chefiado por Wellington da Silva Braga, o Ecko, e Danilo Dias Lima, o Danilo Tandera, Leandro foi localizado no bairro Ipiranga por policiais do Departamento Geral de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro ( DGCOR-LD).

hISTÓRICO:



Leandro Menezes Barbosa, é ligado a Milícia que no bairro de Aliança, em Nova Iguaçu.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ) e da 10ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 3ª Central de Inquéritos, em conjunto com a Polícia Civil, realiza a Operação Héstia, nesta quinta-feira (13/12), para prender oito milicianos e cumprir mandados de busca e apreensão em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O nome da operação faz alusão à deusa grega Héstia, protetora do lar, da harmonia e da cidade, em razão da atuação ilegal da milícia em condomínios do programa ?Minha Casa Minha Vida?, localizados nos bairros Ipiranga e Aliança, em Nova Iguaçu. Com envolvimento nos crimes de agiotagem, furto de energia, receptação, extorsão de dinheiro de comerciantes e homicídios, o grupo atuava no fornecimento de sinal de TV a cabo clandestino, comércio de cigarros contrabandeados e na compra e venda ilegal de unidades dos condomínios.

Os imóveis eram ?vendidos? clandestinamente a terceiros, sem o conhecimento de seus reais proprietários, que ao tomarem conhecimento da transação eram expulsos de seus apartamentos pelo grupo, ou encaminhados à Prefeitura de Nova Iguaçu, ao Setor de Habitação, onde eram realocados em outras unidades dentro dos próprios condomínios. O esquema contava com a participação de suposto funcionário da Light, que efetivava o cadastro dos novos moradores junto à concessionária, como se fossem os reais proprietários das unidades, com o intuito de ?validar? a invasão, conferindo aparente legalidade à situação.

Um dos líderes da milícia, Leandro Menezes Barboza, conhecido por ?Batata do Aliança? dava as ordens na comunidade, tendo sido apontado como autor de homicídios praticados como forma de demonstração de força e poder. Leandro consta no Portal dos Procurados e já foi alvo da Operação Cabuçu deflagrada pelo GAECO/MPRJ em conjunto com a DRACO-IE no final de 2016.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Beethoven Ramalho, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular.