Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Negão
Rikael dos Santos Silva

  • 1 - Homicídio ? artigo 121 ? e Ocultação de Cadáver ? previsto no artigo 211 do CP -, com pedido de Prisão Temporária.
  • Homicida
  • Rio de Janeiro - RJ
  • 06/08/1974
  • Nº Não Informado
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Procurado

Histórico

O Portal dos Procurados divulga , cartaz com recompensa de R$ 1 mil, para ajudar a Delegacia de Descoberta de Paradeiros ? DDPA ? com informações que possam levar a prisão de Rikael dos Santos Silva, o Negão, de 22 anos. Ele é um dos envolvidos na morte de Jailson Pereira de Oliveira, de 44 anos, dono de diversas barracas de artesanato na Feira de São Cristóvão, centro de tradições nordestinas na Zona Norte do Rio, e que também era proprietário de lojas de artigos religiosos em Madureira, também na Zona Norte. Rikael já é considerado foragido da Justiça.

O crime aconteceu no dia 27 março, mas o desaparecimento só foi registrado no dia 17 de abril. Os familiares acreditaram que a vítima havia viajado, mas depois de muitos dias sem fazer movimentações bancárias, que costumava realizar diariamente, procuraram a polícia. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Drª Ellen Souto da DDPA, o corpo da vítima já havia sido encontrado carbonizado, na Estrada do Camboatá.

O empresário foi assassinado quando descobriu que funcionários desviavam dinheiro e mercadorias de suas lojas e que um dos envolvidos Paulo Ricardo, gerente de uma delas, teria comprado um carro e um terreno em Alagoas.

Paulo e José Marcos deixaram de trabalhar nas lojas e voltaram para Alagoas. Um amigo de Jailson descobriu como o crime havia acontecido e entrou contato com seu irmão. Segundo ele, o empresário demitiu Paulo Ricardo após a descoberta do desfalque. Quando os assassinos chegaram a casa onde todos moravam, Jailson mandou Paulo e Rikael, o Negão, irem embora. Paulo Ricardo teria dado uma gravata em Jailson, e que logo depois foi esfaqueado por Rikael.

Nesta sexta (03), foram presos no município de Feira Grande, em Alagoas, os ex-funcionários Paulo Ricardo da Silva e José Marcos Lemos da Silva, envolvidos diretamente na morte de Jailson. A ação foi realizada pela Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) com o apoio da 4ª Delegacia Regional de Arapiraca.

E em decisão exarada pela Justiça, a pedido da Autoridade Policial da DDPA, Drª Ellen Souto foi expedido mandado de prisão, contra Rikael dos Santos, o terceiro envolvido, pela 1ª Vara Criminal da Capital, sob o nº 0100111-23.2019.8.19.0001.01.0002-11, pelo crime de Homicídio ? artigo 121 ? e Ocultação de Cadáver ? previsto no artigo 211 do CP -, com pedido de Prisão Temporária.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Rikael dos Santos Silva favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular.

Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para DDPA que está encarregada do caso e do inquérito criminal.


Mandados

Origem Processo expedição
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Processo No 0100111-23.2019.8.19.0001.01.0002-11/Prisão Temporária Distribuído em 30/04/2019