Compartilhe:


FOTOS:
 
Compartilhe:
PC da Carobinha
Paulo Cesar Martins
Recompensa:
R$ 2 Mil
Nascimento:
21/07/1971
RG:
RG Nº. (I.F.P.) 955.250.85
Natural:
Rio de Janeiro - RJ
Situação:
Foragido do Sistema Penitenciário
Crimes:
Evadido do Sistema Penitenciário

1 - Art. 121, § 2º, incisos II/III/IV do CP - Homicídio qualificado - motivo fútil, veneno e à traição

2 - Artigo 288 - Quadrilha ou Bando
Facção:
Terceiro Comando Puro - TCP
Função:
Chefe do Tráfico de Drogas
Área de Atuação:
Vila Kennedy, Campo Grande e Sepetiba - RJ
Histórico:
Paulo Cesar Martins, o PC da Carobinha ou Kunta ou Jubileu é ligado facção Terceiro Comando Puro – TCP e faz parte do tráfico de drogas que age na Favela da Coreia e Vila Aliança, em Senador Camará. Atualmente ele se encontra na condição de Evadido do Sistema Penitenciário, desde março de 2013.

Paulo Cesar Martins, sempre foi um dos traficantes de maior influência dentro de sua facção. Em 2002 a Polícia conseguiu identificar seis mortos na favela Carobinha (zona oeste do Rio) durante uma guerra entre as facções criminosas Comando Vermelho e Terceiro Cmando Puro (TCP). Segundo a Polícia Civil, todas as vítimas eram traficantes e moravam no local. O confronto ocorreu após uma invasão dos traficantes da favela da Metral (Vila Kennedy, zona oeste), reduto do Comando Vermelho, à Carobinha.

À época traficantes da Carobinha expulsaram uma família de 15 pessoas porque uma adolescente tinha ido a um baile funk em um reduto do CV. A invasão tenha sido comandada pelo traficante Jorge Alexandre Cândido, o Sombra, chefe do tráfico na Metral e um dos criminosos mais procurados do Rio.

Também em 2002, Paulo César Martins, o PC, era preso. Ele organiza roubos de carros para fazer bondes, que serviam para o transporte de armas e drogas entre as favelas controladas pela sua facção criminosa, o Terceiro Comando Puro.

Em setembro de 2003, a Policia Civil apreendeu um CD na favela Vila Vintém (zona oeste) que continha gravações em que traficantes das facções criminosas ADA (Amigo dos Amigos) e TC (Terceiro Comando), das quais Uê fazia parte, falariam sobre um suposto plano de vingança pela morte do traficante. O plano, teria sido orquestrado pelo traficante Paulo César Martins, o PC da Favela da Carobinha (zona oeste), que mesmo preso comandava seus pontos de drogas de dentro da prisão.

Em 29 de janeiro de 2004, após sair na condição de libertado em janeiro 2004, por volta das 00h30min, no interior da favela da Carobinha, Campo Grande, o réu PAULO CÉSAR MARTINS, em unidade de ações e desígnios com terceiros, efetuou disparos de arma de fogo contra Ailton Cândido de Barros, produzindo-lhe as lesões descritas no auto de exame cadavérico de fls. 87/91, o que gerou processo de homicídio o qual ele responde.

Preso novamente em fevereiro de 2005, PC, continuava a comandar seus pontos de drogas. Em 2007, após a Carobinha ser controlada por um grupo de milicianos, 15 traficantes por ordem de PC, armados de fuzis, pistolas e toucas ninja, invadiram um bar na estrada do Mendanha, próximo à Carobinha. Lá, agrediram freqüentadores e roubaram dois. Em seguida, foram para a favela. Ao entrarem, foram surpreendidos pelos seguranças que já haviam sido alertados. O confronto foi rápido. Alguns conseguiram fugir. Os outros foram imobilizados, torturados e executados em três pontos diferentes pelos supostos milicianos.

A tentativa de invasão, foi ordenada pelo traficante Paulo César Martins, o PC da Carobinha, preso em Bangu 1, e comandada por Márcio da Silva Lima, o Tola, (preso atualmente) chefe do tráfico na Coréia.

Pelo Sistema de Identificação Penitenciária, consta que o apenado Paulo Cesar Martins, teve diversas passagens pelo sistema prisional. Ele em 04/11/2002, indo cumprir pena na Cadeia Pública Pedro Mello da Silva – SEAPPM – sendo transferido em 26/11/2002, para a Casa de Custódia Dalton Crespo de Castro – CC. Em 28/11/2002, passou para Penitenciária Milton Dias Moreira – SEAPMM - , saindo em liberdade em 20/02/2003. Ingressou novamente em 04/02/2005, indo para Penitenciária Jonas Lopes de Carvalho – SEAPJL – Entre 30/05/2005 a 15/03/2013, foi transferido para diversas unidades prisionais. Em 18/03/2013, passou para o regime semi-aberto, indo para o Instituto Penal Candido Mendes – SEAPCM -. Dois dias depois de trocar de regime, saindo do fechado para semiaberto, ele saiu e não mais retornou a sua unidade prisional.

Pelo banco Nacional de Mandados de Prisão – CNJ – consta um mandado de prisão, expedido pela VEP – Vara de Execuções Penais – mandado de prisão nº: 430187-11.2006.8.19.0001.0001, datado em: 26/06/2013, válido até: 25/06/2033- Assunto: Quadrilha ou Bando –Quadrilha ou Bando: Art. 288 - Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para o fim de cometer crimes:, - Inquérito Policial nº: 6/2004 – Recaptura: Sim – Síntese da Decisão: Suspendo todas as saídas extramuros, diante da evasão noticiada. Expeça-se mandado de prisão – Pena: 28 anos.

Pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão – Polinter – constam 6(seis) mandados de prisão, expedidos pelas seguintes Varas Criminais: VEP – Vara de Execuções Penais - (3X) Lei 11343/06 e CPB 121 e 288, expedido em 25/06/2013; 1ª Vara Criminal da Capital – 16/01/2007 – CPB 121 e 1ª Vara Criminal Regional de Campo Grande – (2X) – expedido em 03/02/2005 e 20/02/2004 – CPB 121.

Pelo Sistema de Identificação Criminal, consta 10 (dez) anotações: 34ª DP – 28/09/1989 – artigo 157, § 2º I e Ii C/C 14, I e II do CP – Condenado a pena de 3 anis de reclusão – 1ª Vara Criminal de Bangu; 34ª DP – 01/01/2001 – Artigo 121 do CP; 34ª DP – 25/01/1992 – artigo 18 da LCP e artigo 13 da lei 6368/76 – Condenado apena de 4 anos – 2ª Vara Criminal de Bangu; 35ª DP – 01/01/2001 – artigo 148 N/F artigo 29 artigo 121 § 2º III e II da § 4º 2º parte N/F 14, II do CP – e 288 único – 1ª Vara Criminal de Campo Grande; 35ª DP – 13/08/2002 – artigo 148 do CP - 1ª Vara Criminal de Campo Grande; 35ª DP – 06/09/2002 – artigo 157 § - 2º I e II do Cp, artigo 148 do CP e artigo 150; DH – 01/01/200 – artigo 121 § 2º Incisos II e III e IV – condenando a pena de 14 anos – 1ª Vara Criminal da Capital; DH – 05/03/2004 – 1ª Vara Criminal da Capital - 1ª Vara Criminal da Capital; DH/Oeste – 13/10/2004 - 1ª Vara Criminal da Capital – 1ª Vara Criminal Regional de Campo Grande.

MANDADO DE PRISÃO:

Processos

Serventia: CAPITAL VARA DE EXEC PENAIS
Nº Processo: 0440725-17.2007.8.19.0001 (2007/12289-8)
Classe CNJ: Execução da Pena

Serventia: CAPITAL VARA DE EXEC PENAIS
Nº Processo: 0430187-11.2006.8.19.0001 (2006/07839-8)
Classe CNJ: Execução Provisória Criminal

Serventia: CAPITAL VARA DE EXEC PENAIS
Nº Processo: 0428880-85.2007.8.19.0001 (2007/00428-6)
Classe CNJ: Execução da Pena


Movimentos

Data: 05/07/2013
Origem: CENTRAL DE DILIGENCIAS
Destino: SVP4 / FINAL 8
Prateleira: 1
Assunto: ENCAMINHAMENTO DE CES
Obs: MAND PRISAO

Data: 26/06/2013
Origem: DR. CARLOS AUGUSTO BORGES
Destino: CENTRAL DE DILIGENCIAS
Assunto: MANDADO DE PRISÃO ASSINADO
Obs: Documento assinado.
Tipo de Ato: Assinatura

Data: 25/06/2013
Origem: ESCRIVANIA / VEP
Destino: DR. CARLOS AUGUSTO BORGES
Assunto: ASSINAR MANDADO DE PRISÃO
Obs: Assinatura de documento.

(Atualizado em 09/08/2013)
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
Comarca da Capital/1ª Vara Criminal
0006588-15.2005.8.19.0205
16/01/2007 - CPB 121
VEP - Vara de Execuções Penais
0430187-11.2006.8.19.0001 (2006/07839-8)
25/06/2013 - CPB 288
VEP - Vara de Execuções Penais
0428880-85.2007.8.19.0001 (2007/00428-6)
25/06/2013
Comarca da Capital/1ª Vara Criminal
0001602-52.2004.8.19.0205
03/02/2005 - CPB 121
VEP - Vara de Execuções Penais
0440725-17.2007.8.19.0001 (2007/12289-8)
25/06/2013 - CPB 121
Comarca da Capital/1ª Vara Criminal
2004.205.001818-2
20/02/2004 - CPB 121
1