Compartilhe:


FOTOS:
 
Compartilhe:
Gaguinho
Maico dos Santos Sousa
Nascimento:
01/07/1981
RG:
nº - 201515988 - IFP
Natural:
São Gonçalo
Situação:
Morto
Crimes:
Morto

Tráfico de Drogas Homicídios
Facção:
Comando Vermelho
Função:
Chefe do Tráfico
Área de Atuação:
do Complexo da Coruja, no Vila Lage; Morro do Feijão, no Paraíso; e Morro do Martins, em Neves;
Histórico:
Prisão realizada por 7º BPM - 28/09/2013

Maico dos Santos Souza, o Gaguinho, foi preso na tarde deste sábado. O traficante foi baleado durante intenso confronto travado pela manhã entre policiais do 7º BPM (São Gonçalo) e criminosos do Complexo da Coruja, em Neves, onde a PM fazia operação desde cedo.

Gaguinho foi localizado pelos policiais horas depois do confronto, internado na Casa de Saúde São José.


Histórico:

Maico dos Santos de Souza, o Gaguinho ou Jogador, é apontado como o chefe do tráfico do Complexo da Coruja, na Vila Laje, em Neves, e seria um dos principais responsáveis por abrigar traficantes do Rio em São Gonçalo.

Após conquistar a confiança de dois traficantes considerados as principais lideranças do CV em liberdade, Fabiano Atanásio da Silva, o FB, e Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, Gaguinho foi alçado ao cargo de gerente do tráfico da Fazendinha, de onde continuava a controlar a venda de entorpecentes no Complexo da Coruja, além de articular o envio de armas e drogas para o conjunto de favelas do Vila Lage.

Gaguinho, responsável por uma grande movimentação mensal em dinheiro, com a venda de drogas e promoção de bailes funk, o tráfico do Complexo da Coruja, no Vila Lage; Morro do Feijão, no Paraíso; e Morro do Martins, em Neves; têm solidificado sua base nos últimos meses e, com o recrutamento de menores, conseguiu formar um “exército” de mais de 100 criminosos, sendo que 60 já foram listados pela Polícia Civil. Todos não chegam a 30 anos de idade.

O armamento trazido do Rio de Janeiro é o mais pesado das últimas décadas e pode passar de 100 pistolas e 40 fuzis, além de um número não estimado de granadas. Seus principais colaboradores são os traficantes Wallace Batista Soalheiro, o Pixote, além de Erick de Lima Fontes, o Pet ou 50, e outro identificado apenas como TG. “O Gaguinho ainda é a força bruta, mas é articulado.

Já o Pixote tem escolaridade, segundo grau completo. Não é um ignorante. E o TG e o Pet passam por playboys, falam sem gíria nenhuma. Vendo na rua, se passam mais por universitários do que por marginais”, dizem as informações recebidas. Procurado pela policia, por vários crimes, Maicon teve notoriedade por ser o mandante da execução do policial civil Rogério Carlos Antunes da Costa, no Morro da Coruja. O executor foi um traficante conhecido como Falcão. Rogério já havia saído de seu plantão na 21ª DP (Bonsucesso), onde era lotado, e foi até a Avenida Gouveia para indicar a localização da Escola Estadual Lúcio Tomé Feiteira a funcionários de uma empresa de transporte que procuravam o endereço onde entregar merenda à unidade educacional. Dirigindo seu Palio Weekend vinho, ao chegar à principal via de acesso ao Morro da Coruja, o policial foi surpreendido por olheiros do tráfico, que o denunciaram a Maicon que se encontrava no alto do morro.

Minutos depois, um grupo de homens armados desceram o morro e renderam Rogério no meio da rua. Ao vasculharem o carro do policial eles encontraram documentos, uma pistola e descobriram sua identidade. A partir dessa informação, Gaguinho ordenou que o executassem. O policial foi executado com cinco tiros à queima-roupa.

O Disque Denúncia oferece recompensa R$ 2 mil por informações que levem a sua captura. (Atualizado em 24/08/11)



Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
2ª Vara Criminal/ Capital
RJ 2009.004.260094-3
09/11/2009
27ª Vara Criminal/Capital
2006.001.0523492
26/05/2006
1